É INICIADA A BUSCA PELOS VENCEDORES DO PRIMEIRO EARTHSHOT PRIZE

Mais de 100 organizações parceiras de todos os cantos da Terra e sete continentes iniciam hoje (1º de novembro) a busca pelos primeiros vencedores do Earthshot Prize – o prêmio ambiental de maior prestígio da história lançado pelo Príncipe William e pela Fundação Real em outubro.  

 

As organizações parceiras agora estão convidadas a enviar indicações de indivíduos, comunidades, empresas e organizações cujas soluções avançam em direção aos cinco prêmios Earthshot – objetivos simples, mas ambiciosos que, se alcançados até 2030, promoverão melhorias na vida de todos nós, para as gerações futuras.  

 

Lançado em 8 de outubro pelo Príncipe William e uma coalizão global de indivíduos, empresas e organizações, o Earthshot Prize tem como objetivo encontrar novas soluções para os maiores problemas ambientais do mundo.  O lançamento do prêmio é a culminação de um projeto de dois anos do príncipe William e da Fundação Real do Duque e da Duquesa de Cambridge, que idealizou uma iniciativa de apoio aos esforços globais para proteger e recuperar o meio ambiente.   

 

Entre 2021 e 2030, o príncipe William e o conselho do Earthshot Prize selecionarão todos os anos cinco vencedores do prêmio, um para cada Earthshot. Juntos, os cinco prêmios Earthshot, – “Proteger e restaurar a natureza”, “Limpar o ar à nossa volta”, “Recuperar nossos oceanos”, “Construir um mundo sem resíduos” e “Resgatar o clima” – formam um conjunto único de desafios enraizados na ciência, que visam gerar novas formas de pensar, além de novas tecnologias, sistemas, políticas e soluções.   

 

As organizações parceiras integram uma coalizão global sem precedentes que está em busca de visionários com ideias, soluções e liderança para reparar o planeta nesta década decisiva. 

 

A partir de hoje, o processo de premiação de 5 estágios para selecionar um vencedor para cada Earthshot se dará da seguinte forma:   

 

  1. Nomeações: Nossos responsáveis pela indicação buscarão soluções pelo mundo que nos ajudem a conquistar os prêmios Earthshot. 
  1. Triagem: As indicações passarão por um processo de triagem e avaliação independente conduzido pela Deloitte, nosso parceiro de implementação. 
  1. Lista: Um painel de especialistas reconhecidos prestará apoio ao processo de julgamento, apresentando pareceres ao Conselho do Earthshot Prize. 
  1. Seleção: O Conselho do Earthshot Prize selecionará nossos cinco vencedores. 
  1. Prêmios: Os vencedores do Earthshot Prize serão anunciados em uma cerimônia de premiação, que acontecerá em diferentes cidades do mundo a cada ano entre 2021 e 2030.  

 

O processo foi elaborado em parceria com o Centre for Public Impact e diversos especialistas internacionais. As indicações serão selecionadas a partir de fevereiro como parte de um processo de avaliação independente conduzido pela Deloitte, nosso parceiro de implementação, antes que as soluções selecionadas sejam submetidas a uma avaliação final, incluindo visitas presenciais ou virtuais ao local e reuniões no início do verão.  Um painel de especialistas reconhecidos prestará apoio ao processo de julgamento, apresentando pareceres ao Conselho do Earthshot Prize, que selecionará os vencedores finais antes da cerimônia de premiação anual, a primeira das quais acontecerá em Londres, no ano de 2021. 

 

Serão contempladas pessoas físicas, equipes ou parcerias – entre cientistas, ativistas, economistas, projetos comunitários, líderes, governos, bancos, empresas, cidades e países – que proponham soluções viáveis e que possam contribuir de forma significativa para alcançar os Earthshots.  

 

Os responsáveis pela indicação ao Earthshot Prize foram selecionados por sua capacidade de identificar as soluções mais impactantes para os cinco desafios do Earthshot em todos os países e setores, das bases aos negócios. Abrangendo o globo, os responsáveis pela indicação incluem nossa Global Alliance, uma rede de organizações globais comprometidas com a ação ambiental que compartilham a ambição do Prêmio de recuperar o planeta, bem como instituições acadêmicas e sem fins lucrativos e alianças mundiais do setor privado.

 

Após a premiação, cada vencedor passará a contar com uma plataforma global e ampla visibilidade, divulgando suas conquistas ao longo da década com o objetivo de que suas soluções sejam adotadas e replicadas em massa e em grande escala.  O prêmio de £ 1 milhão em dinheiro será destinado ao apoio a projetos ambientais e de conservação acordados com os vencedores.  Os indicados selecionados também contarão com apoio individualizado e terão a oportunidade de receber assistência na implementação da solução em escala, além de acesso a um ecossistema de pessoas e organizações com ideias semelhantes.   

 

Segundo Jason Knauf, CEO da The Royal Foundation: “É iniciada a busca por visionários que apontem meios de recuperar nosso planeta. Os indicados ao Earthshot Prize consistem em uma coalizão sem precedentes de ONGs, acadêmicos e líderes que buscarão inovadores inspiradores em todos os níveis da sociedade – de comunidades locais aos maiores participantes da economia global. O Earthshot Prize é para todos e nossos indicados ocupam uma posição única na jornada para fazer desta uma missão verdadeiramente inclusiva, diversa e ambiciosa. O Príncipe William e a Fundação Real estão extremamente gratos pela ampla resposta ao lançamento do Earthshot. Mal podemos esperar para conhecer nossos primeiros vencedores.” 

 

Marion Kamau, Presidente do Conselho do The Green Belt Movement, afirmou: “Estamos muito satisfeitos por sermos Parceiros do Earthshot Prize e por integrar uma rede global de organizações que direcionam indicados ao Prêmio. Faremos uso de nossas redes, programas e projetos locais e globais, que possuem valiosos conhecimentos sobre conservação e que podem ser úteis para enfrentar os desafios ambientais. Com 43 anos de experiência, o Green Belt Movement construiu uma rede significativa que permanece verdadeiramente enraizada na base. Por meio de nossa parceria com o Earthshot Prize, almejamos revitalizar o otimismo não só no Quênia, mas globalmente.” 

 

Para Mark Watts, Diretor Executivo da C40 Cities: “A emergência climática é a maior ameaça à nossa vida compartilhada neste planeta. A escala e ambição do Earthshot Prize eleva-se a este desafio com urgência, positividade e esperança, aspectos indispensáveis nesta década decisiva de ação climática. Sabemos, por anos de experiência, que as cidades são centros de inovações estimulantes na vanguarda da ação climática. Integrando com orgulho a lista de parceiros da Global Alliance do Prêmio Earthshot, a C40 Cities apresentará indicações para as soluções mais inovadoras, equitativas e impactantes que beneficiam os residentes de cidades do mundo todo, com foco na preservação de nosso planeta e nossos meios de subsistência.” 

 

Shuang Zhang, Diretor Executivo e CEO da Paradise International Foundation, afirmou: “Estamos orgulhosos de sermos um dos parceiros da Global Alliance do Earthshot Prize. À medida que a busca pelos vencedores do Prêmio começar, faremos uso de nossa experiência na conservação de terras e águas naturais para enviar indicações impactantes ao Prêmio, com base em nossa ampla rede de pessoas na China e no mundo, que estão contribuindo de forma valiosa para proteger nosso planeta.” 

 

O prêmio Earthshot Prize procurará, ao longo da próxima década, identificar e reconhecer as soluções mais inspiradoras para os maiores desafios do mundo.  Mas o prêmio vai além de reconhecer conquistas – é uma década de mobilização que tem como objetivos: conectar o mundo ambiental a fontes de financiamento, empresas e empreendedores, potencializando o impacto e a escala das soluções; reconhecer as pessoas e os lugares que estão promovendo mudanças; e inspirar pessoas em todo o mundo a trabalharem juntos para recuperar o planeta. 

Royal Foundation