Earthshot Innovators recebe apoio da DP World com investimento global de £1 milhão no primeiro Innovation Showcase

O PREMIO EARTHSHOT

Hoje, o Earthshot Prize ocupou um lugar central na Expo 2020 Dubai, com o primeiro Earthshot Prize Innovation Showcase. Como parte da visita oficial do Príncipe William aos Emirados Árabes Unidos, Sua Alteza Real se reuniu com Sua Alteza o Sheikh Ahmed bin Saeed Al Maktoum e Sua Excelência o Sultão Ahmed bin Sulayem, Presidente e CEO da DP World, parceira fundadora do Earthshot Prize, na exibição em que anunciou um investimento extraordinário de £1 milhão a dois finalistas do Earthshot Prize, destinados a aumentar a escala de seu trabalho nos EAU e no Oriente Médio.

O formidável Innovation Showcase exibiu as soluções inovadoras dos finalistas do Earthshot Prize 2021 e incluiu comentários destacados dos membros do Conselho do Earthshot Prize, Príncipe William e Sua Majestade a Rainha Rania Al Abdullah, que participou via mensagem de vídeo, convidando a ilustre audiência a ajudar a ampliar a escala das soluções do Earthshot Prize que visam recuperar e regenerar nosso planeta.

O Innovation Showcase exibiu as apresentações das propostas dos cinco finalistas do Earthshot Prize 2021:

  • Eshrat Waris da SOLshare, Bangladesh: a primeira rede de troca de energia ponto a ponto em um país que está na linha de frente da mudança climática;
  • David Auerbach da Sanergy, Quênia: uma solução sanitária circular de redução de resíduos e apoio a agricultores locais;
  • Dra. Mariana Mayer Pinto da Living Seawalls, Austrália: painéis inovadores e replicáveis que formam paredões marítimos que trazem a vida marinha de volta às defesas das costas marinhas;
  • Olugbenga Olubanjo da Reeddi, Nigéria: cápsulas alimentadas por energia solar que tornam a energia acessível e confiável para comunidades carentes desse recurso; e
  • Sam Teicher e Gator Halpern da Coral Vita, Bahamas: uma abordagem verdadeiramente inovadora de fazendas de corais cultivados em terra, capazes de restaurar os recifes de corais ameaçados do mundo.

Durante o evento, o Sultão Ahmed bin Sulayem, Presidente e CEO do Grupo DP World, anunciou um investimento histórico da organização no valor de  £1 milhão destinados a aumentar a escala de duas soluções finalistas do Earthshot Prize. A Coral Vita, vencedor da categoria Recuperar o Oceanos do Earthshot Prize, sediada em Bahamas, receberá £ 500 mil para desenvolver uma estratégia para a implementação de corais de restauração em grande escala nos EAU, que implementará abordagens de cultivo de corais resistentes às mudanças climáticas até 50 vezes mais rapidamente que os métodos tradicionais. Com esses fundos, eles começarão um trabalho colaborativo para a restauração de recifes na região, incluindo o escopo de criar a primeira fazenda comercial de corais cultivados em terra para a recuperação de recifes no Oriente Médio.

Os finalistas da categoria Recuperar os Oceanos, Living Seawalls, da Austrália, também receberão £ 500 mil da DP World. Este investimento permitirá aumentar a escala do seu trabalho inovador de criação de painéis que imitam habitats naturais como piscinas naturais e raízes de manguezais, próprios para recuperar as defesas das costas marítimas e restabelecer a vida marinha ao longo da costa. O compromisso da DP World financiará o projeto e a instalação do maior paredão vivo marítimo do planeta, adaptado para sustentar a vida marinha nativa dos EAU e região.

Royal Foundation